Letras Web
Adalton de Carvalho

Sexyrá

Adalton de Carvalho

7 acessos

Teu corpo acorde à sorte
Salta ao alto e cauto vai calado
Entre os automóveis todos
E o que há sobre o planeta

O pé, o salto alto,
A tez do chão, o asfalto quente sente
Tanta imagem, gente
Todo mundo e a multidão contigo vão

Seguindo em frente e à frente
Um sol que não-poente
Sobre tudo e quantos são
E ao fundo um infinito céu compacto
Que o guarda intacto
Se justificam aos olhos teus

Eis o que é só e o que basta
E assim se afasta
Ao longe, onde tudo vai formar
Entre a neblina inexistente
Que a poeira na vidraça lembra ser

Teu corpo exposto, oposto ao meu
Posto oculto e no lugar

Sexyrá, sexyrá...


Top Letras de Adalton de Carvalho

  1. Não Vou Chorar O Que Passou
  2. O Querer
  3. Frenesi
  4. Lua
  5. Sexyrá
  6. Quem Que Não Se Engana Nessa Vida
  7. FUI!
  8. A Um Passo Atrás

Pela Web