Letras Web
Acceptus Noctifer

Veneno Que Me Bebe

Acceptus Noctifer

10 acessos

Eu hei-de embebedar o coração um dia
E assassiná-lo a rir de encontro ao peito escuro...
E cinicamente, deixá-lo apodrecer ao sol e à ventania...

Hei-de cegar o olhar, despedaçar-lhe a vista,
Porque não torne a ver quem o despreza tanto.
Cisterna do desgosto e fonte do meu pranto:
Há-de esmagar-te, sim, a minha mão d'artista...

Não quero coração, nem mesmo quero olhar,
Mas cego buscarei o teu amor alvar,
Veneno que me bebe e néctar que me anima...

Ou seja numa vala ou seja numa alcova,
Hei-de calçá-lo aos pés, hei-de escarrar-lhe em cima!
E assassiná-lo a rir de encontro ao peito escuro...


Top Letras de Acceptus Noctifer

  1. Sonhos De Cadáver
  2. Funérea Madrugada
  3. Vícios de Covil
  4. Veneno Que Me Bebe
  5. Canteiro De Ossos
  6. Bacantes De Nobres Vícios
  7. O Estertor Mortal
  8. Seja Essa A Tua Sede...

Pela Web