U2 pede desculpas pela forma de divulgação do seu mais recente álbum

Apple liberou álbum completo para todos usuários da App Store.

Postado em

Uma ação de marketing e lançamento que tinha tudo para dar certo acabou se mostrando um tiro pela culatra. Pelo menos é esta a impressão da indústria musical depois das declarações de Bono Voz, em nome de todo o U2, sobre a forma como o novo álbum do grupo acabou sendo divulgado para os usuários dos dispositivos Apple.

Calvin Harris está confirmado para a próxima edição do Lollapalooza

O lançamento de “Songs of Innocence” foi antecipado pela empresa da maça e incorporado em todas as contas de iTunes gratuitamente. O problema é que a empresa não perguntou se todas aquelas pessoas realmente queriam o novo álbum do U2 ocupando o seu espaço de músicas online. O fato acabou gerando uma onda de raclamações especialmente na rede social.

“Lamentamos”

O líder do U2 confirmou durante uma entrevista divulgada recentemente que a ideia para este lançamento foi da própria banda. "Tive esta grande ideia", reconheceu o cantor, explicando seu gesto como "um pouco megalômano, com um toque de generosidade, um pouco de autopromoção e o temor profundo de que estas músicas às quais consagramos nossa vida nos últimos anos não fossem ouvidas".

Calvin Harris está confirmado para a próxima edição do Lollapalooza

No final o cantor afirma que “lamentava” a decisão que, de acordo com os analistas de mercado, teria custado 100 milhões de dólares para a Apple. As reclamações foram tão contundentes que a empresa foi obrigada a incluir uma opção para que os usuários conseguissem remover as músicas da banda. 


Recomendado para você

Deixe o seu comentário

+ Notícias publicadas