Avril Lavigne é acusada de racista em novo clipe

Cantora rebateu as críticas pela internet.

Postado em

A cantora Avril Lavigne não recebeu somente críticas positivas no lançamento do seu mais recente clipe da música “Hello, Kitty”. Em diversos países o clipe acabou sendo considerado racista. Além disso, o vídeo também acabou sendo acusado por apropriação cultural indevida, ou seja, que o vídeo contém uma série de cópias de outros trabalhos e que foram utilizadas sem a devida autorização dos detentores dos direitos autorais.

Avril Lavigne é acusada de racista em novo clipe

De acordo com muitas mensagens que começaram a pipocar nas redes sociais, vindas de diversos locais diferentes, a cantora passou a ser acusada de racismo contra os Japoneses já que o seu novo clipe transmitiria uma imagem xenófoba da cultura japonesa e do mundo asiático de um modo geral.

A cantora acabou se defendendo utilizando o seu Twitter para rebater as principais críticas que recebeu: "Racista? Ha ha ha ha! Eu amo a cultura japonesa e passo metade do meu tempo no Japão. Eu voei até Tóquio para gravar esse clipe especialmente para os meus fãs japoneses, com a minha gravadora japonesa, coreógrafos japoneses e um diretor japonês no Japão", desabafou a canadense.

Acampamento de fãs

Por aqui parece que os fãs de Avril não estão ligando para as críticas que a cantora recebeu. É grande a quantidade de pessoas, na grande maioria adolescentes acompanhados pelos seus pais ou adultos responsáveis, que acampam há mais de duas semanas para serem as primeiras a entrarem no show da canadense que vai acontecer em São Paulo.

A apresentação está marcada para a próxima terça-feira, dia 29 de abril, no Citibank Hall. 

Avril Lavigne


Recomendado para você

Deixe o seu comentário

+ Notícias publicadas